Auto&Técnica | Desde 1995, 23 anos de boas notícias.

Escândalo VW: marca assume a fraude também no Brasil

Compartilhe!

A Volkswagen do Brasil divulgou nota confirmando que 17.057 pickups Amarok modelos 2011 (todas) e 2012 (parte da produção), todas com motor 2.0 a diesel, terão de passar pelo que chama de “atualização de software” a partir do primeiro trimestre de 2016. Na prática isso significa corrigir a fraude. O prejuízo para o meio ambiente e para a saúde das pessoas não foi citado, muito menos como pretende reparar esses danos.

vw-das-emissions-logo-0001_png_650x0_q70_crop-smart

Sem usar a expressão “recall”, a VW confirma fará a correção do problema nas unidades da pickup afetadas. O recall ainda levará alguns meses para ser aplicado, pois “o software se encontra em desenvolvimento pela matriz da empresa na Alemanha para aplicação nos países afetados”, informa.

amarok-highline-2015-3

Segundo a marca, outras unidades fabricadas em 2012 e todos os veículos feitos a partir de 2013 estão isentos do problema. Também -segundo a VW- não há qualquer envolvimento de modelos equipados com motores a gasolina ou flex no estelionato. Segundo o comunicado da marca, “todos estão de acordo com os níveis da legislação de emissões”.

O comunicado oficializa a fraude em testes de emissão por parte da Volkswagen. De acordo com a marca, as unidades envolvidas “estão equipadas com um software da unidade de comando do motor que pode otimizar os resultados de emissões de NOx (óxido de nitrogênio) durante os ensaios de emissão medidos em laboratório”. A empresa afirma que “a aplicação desse software não afeta a segurança nem a funcionalidade do veículo”. Mas afeta, como dissemos, o meio ambiente, a saúde das pessoas e a boa fé de quem acreditou comprar um produto de qualidade.

Fabricada na Argentina, a pickup Amarok é o único modelo VW vendido aqui com motor a diesel -linha EA189, de 2 litros turbo- e que pode fazer parte da lista de carros equipados com o software falsificador de resultados- informação agora oficialmente confirmada.

Os proprietários das pickups Amarok envolvidas terão o desconforto de receber comunicação por carta, a partir do primeiro trimestre de 2016, de acordo com a Volkswagen do Brasil. Informações adicionais podem ser obtidas pelo telefone 0800 019 5775 ou no site da marca.

Terão de passar pela atualização do software fraudador os veículos com os seguintes números de chassis não sequenciais: Amarok 2011 (BA000257 a BA000338); Amarok 2011 (B8000200 a B8082605) e Amarok 2012 (CA001950 a CA026145).


Compartilhe!
English English Français Français Deutsch Deutsch Italiano Italiano Português Português Español Español