Auto&Técnica | Desde 1995, 23 anos de boas notícias.

Escândalo VW: marca não quer indenizar compradores lesados

Compartilhe!

A Volkswagen não vai indenizar os proprietários de seus veículos que tiveram os motores afetados pelo escândalo da fraude de emissões de poluentes. Apesar das pressões da Comunidade União Europeia, a marca alemã não pretende repetir na Europa as compensações financeiras adotada nos Estados Unidos, por conta do “Dieselgate”.

Dieselgate-143002-detailp

A Volkswagen teria comunicado aos proprietários de veículos equipados com motores TDI na Europa que eles não receberão qualquer tipo de compensação financeira na sequência do problema da fraude dos valores de emissões poluentes. O Automotive News Europe disse que esta decisão foi tomada, apesar da pressão da comissária da União Europeia, Elzbieta Bienkowska, que chegou a apresentar ao chefão da VW, Matthias Müller, uma série de exigências, entre as quais constava a referida indenização aos clientes lesados com os motores EA189 equipados com o software manipulador de emissões.

Sendo assim, a marca alemã não repetirá o procedimento adotado nos Estados Unidos, onde criou o “Goodwill Package”, composto por um cartão de crédito Visa pré-pago com US$ 500 dólares, um cartão-oferta no mesmo valor para ser utilizado em concessionários da marca e assistência 24 horas gratuita durante três anos. Nos Estados Unidos foram afetadas 482 mil unidades e que na Europa o valor é de 8,5 milhões, o que explica a negativa.

A VW alega que na Europa está concentrada no processo de recall que está para começar em breve.


Compartilhe!
English English Français Français Deutsch Deutsch Italiano Italiano Português Português Español Español