Auto&Técnica | Desde 1995, 23 anos de boas notícias.

Escândalo VW: marca pode ter fraudado outros motores

Compartilhe!

A Volkswagen possivelmente pode ter desenvolvido mais do que um software para fraudar os dados das emissões de poluentes nos testes, segundo três fontes anônimas, em declarações à agência Reuters. Estranhamente, não foi apurada ainda a participação da Bosch -fornecedora do equipamento- nesses esquemas de estelionato.

_85687752_85685264

A Volkswagen terá alegadamente desenvolvido mais do que um software malicioso para falsificar os dados das emissões nos testes, segundo três fontes anónimas, em declarações à agência Reuters.

As mesmas fontes revelam que a Volkswagen alterou ilegalmente o software de quatro tipos de motor, acusando ainda um executivo da VW de ter conhecimento do caso, assim como um agente da autoridade americano envolvido nas investigações.

Acusações graves que ainda não foram comentadas pelos porta-vozes europeus ou americanos da empresa alemã, que reencaminham todas as respostas para a investigação atual. “Estamos a trabalhar intensamente para investigar quem sabia o quê e quando, mas é demasiado cedo para dizer”, explica o porta-voz na sede do grupo, em Wolfsburg

As mesmas fontes revelaram que a Volkswagen alterou ilegalmente o software de quatro tipos de motor, e não só do diesel EA189, acusando ainda um executivo da empresa de ter conhecimento do caso, assim como a participação de uma autoridade norte-americana, envolvida nas investigações.

Estas acusações graves ainda não foram comentadas pelos porta-vozes europeus ou norte-americanos da empresa alemã, que reencaminham todas as respostas para a investigação atual. “Estamos trabalhando intensamente para investigar quem sabia o quê e quando, mas é muito cedo para dizer qualquer coisa”, explicou vagamente o porta-voz na sede do grupo, em Wolfsburg.


Compartilhe!
English English Français Français Deutsch Deutsch Italiano Italiano Português Português Español Español