Auto&Técnica | Desde 1995, 23 anos de boas notícias.

Escândalo VW: oito modelos Audi fraudaram as emissões

Compartilhe!

O buraco parece não ter fim. A Audi admitiu ter 2,1 milhões de carros com emissões fraudadas, como os carros da marca Volkswagen, todos pertencentes a oito linhas:  A1, A3, A4, A5, A6, TT, Q3 e Q5.

audi-q6-badge

A notícia foi feita pela marca, de acordo com a agência Reuters, que citou um porta-voz da marca. Assim, a Audi é a segunda marca do grupo VW a admitir a existência deste software fraudador nos seus motores.

A maior parte dos veículos Audi com este dispositivo foi vendida na Europa (1,42 milhões), sendo que nos Estados Unidos foram vendidas apenas 13 mil unidades. As datas de produção ainda não foram divulgadas pela Audi, mas tal como a Seat, que pertence também ao Grupo VW, o número de veículos afetados e suas respectivas datas de produção deverão ser divulgadas em breve.

Até o momento, a Volkswagen já admitiu ter cerca de 11 milhões de veículos com motores cujos softwares usados permitem fraudar as medições de gases emitidos para a atmosfera.


Compartilhe!
English English Français Français Deutsch Deutsch Italiano Italiano Português Português Español Español