Auto&Técnica | Desde 1995, 23 anos de boas notícias.

FERRARI: CRISE, QUE CRISE?

Compartilhe!

As vendas da Ferrari dispararam no primeiro trimestre.

Quem olhar os números de venda da Ferrari nos primeiros três meses deste ano, vai perguntar: “Onde está a crise”? O primeiro trimestre de 2012 foi muito positivo para a Ferrari. No total, foram vendidos em todo o mundo 1.733 automóveis da marca entre janeiro e março, o que significa aumento de 11,5% em comparação com o mesmo período do ano passado.

Nos Estados Unidos, o maior mercado da Ferrari, as vendas da marca italiana aumentaram 16% na comparação com o mesmo período de 2011. Já na Inglaterra, a Ferrari registou aumento de 31% nas vendas nos três primeiros meses deste 2012, com 177 carros entregues. Na Alemanha, as vendas subiram 24% e, no Oriente Médio Oriente, 23% de alta.

Apesar do lamentável incidente que aconteceu na Muralha da China, envolvendo uma Ferrari 458 Italia, foram mais de 154 o número de unidades vendidas naquele país. “Depois de um 2011 extraordinário, começamos 2012 com aumento de todos os indicadores econômicos. É verdadeiramente muito gratificante”, afirmou o presidente da Ferrari, Luca di Montezemolo.


Compartilhe!
English English Français Français Deutsch Deutsch Italiano Italiano Português Português Español Español