CarrosSlide

Ford Ranger 2025 recebe versão híbrida.

Compartilhe!

A Ford prometeu que a nova geração da picape Ranger teria uma versão híbrida. E cumpriu. Acabou de apresentar uma inédita versão híbrida plug-in do modelo, mas só será possível comprá-la em 2025. Isso para o mercado europeu e asiático, para o Brasil não há nenhuma informação sobre a disponibilidade da versão por aqui.

por Ricardo Caruso

A nova geração da Ford Ranger está cheia de novidades: depois do novo motor V6 biturbo a gasolina da versão Raptor, a marca Ford acabou de anunciar uma inédita versão híbrida plug-in (PHEV), batizada de “Ford Ranger Plug-In Hybrid“. As primeiras entregas em mercados selecionados só vão acontecer no início de 2025, mas esta novidade é importante para ajudar a Ford Ranger a garantir sua posição de liderança, por exemplo, na Europa, onde lidera a lista das picapes mais vendidas desde 2015.

A Ford iniciará a produção da Ranger PHEV no último trimestre desde ano na África do Sul, iniciando as entregas no início de 2024. Inicialmente será disponível apenas na versão Wildtrak, mas deve receber outras versões na sequência. A empresa não comentou se lançará a Ranger híbrida no Brasil, mas mesmo que isso esteja nos seus planos, levaria um bom tempo para acontecer, já que anunciou recentemente a versão esportiva Raptor para o mercado daqui.

Por estarmos ainda a uma distância significativa da chegada aos mercados onde será comercializada, a Ford optou por não divulgar agora os detalhes técnicos desta Ranger Plug-in Hybrid, por isso ainda não são conhecidos os dados finais de potência ou torque. Porém, a Ford afirmou que a esta Ranger “irá proporcionar mais torque do que qualquer outra versão da linha”, e que vai superar os 50 mkgf da Raptor com motor 2.0 Diesel, e revelou ainda que o sistema motriz irá resultar da união de um motor a gasolina EcoBoost de 2,3 litros com um motor elétrico e uma bateria de ions de lítio.

Se não sabemos nada sobre potência e torque, um dado importante já é conhecido. A capacidade da bateria também não foi divulgada, mas a Ford já confirmou que este sistema híbrido plug-in vai permitir que a Ranger Hybrid —que terá tração integral— será capaz de percorrer mais de 45 km em modo 100% elétrico (ciclo WLTP).

É certo que quando comparado com outras propostas híbridas plug-in da Ford, como por exemplo o Ford Kuga PHEV (capaz de percorrer 64 km em modo 100% elétrico), esta autonomia não chega para impressionar. Mas é suficiente para abrir novas possibilidades, por exemplo, para os proprietários de empresas no número crescente de cidades com zonas de baixas emissões.

Quanto à capacidade máxima de reboque, não ficou comprometida pela eletrificação: está fixada nos 3500 quilos, exatamente o mesmo que encontramos na restante da linha Ranger.

Outra particularidade desta versão PHEV da Ford Ranger é a funcionalidade “Pro Power Onboard”, que transforma esta pick-up numa espécie de gerador elétrico, que graças a tomadas elétricas integradas na caixa de carga e na cabina permite alimentar ferramentas elétricas e aparelhos de grande consumo num local de trabalho ou num acampamento. Esta funcionalidade será particularmente útil para aqueles usuários que tinham que transportar um gerador convencional na caçamba das suas pick-ups, uma vez que vai permitir liberar espaço de carga na traseira.

Se não houver nenhum imprevisto, a produção da primeira Ford Ranger Plug-In Hybrid está marcado para começar no final de 2024, sendo que as primeiras entregas a clientes só vão acontecer no início de 2025.


Compartilhe!
1713676346