Rali: sete clássicos do Grupo B vão a leilão

Os carros de rali do Grupo B continuam representando uma época única no rali. Quem os viu correndo na década de 1980 garante que nunca se viu nada igual, e o apelido de “Fórmula 1 da terra” atesta bem o nível de loucura que eram estas máquinas.

img_944x629$2017_06_18_01_38_33_52505

Nasceram sem grandes limitações técnicas por parte da FIA, e por isso as marcas não economizaram para criar os carros de rali mais rápidos de todos os tempos. Estamos falando de carros com mas de 500 cv e bastante difíceis de pilotar. E se com eles o “show” estava garantido, era questão de tempo até acontecer uma tragédia! E aconteceu o acidente fatal que vitimou Henri Toivonen no Rali da Córsega, decretando o fim dos carros do Grupo B no ano seguinte.

Mas se esta categoria acabou, os carros ainda vivem e continuam sendo celebrados. E acredite, ser proprietário de um destes carros absurdos é muito difícil, mas não impossível. É que a casa de leilões Bonhams acaba de anunciar para venda um lote de tirar o sono, formado por várias versões de rua de carros que marcaram o Grupo B.

Quem acompanha o rali sabe que a Lancia dominou durante estes anos a categoria. E como tal é perfeitamente normal que seja a marca mais representada nesta coleção que agora vai a leilão. E há opções para todos os gostos, desde o Lancia 037 Stradale de 1983 com apenas 9.342 km no odômetro, até o Lancia Delta S4 Stradale de 1985 (8.851 km), passando pelo Lancia Stratos HF Stradale de 1975, que apesar de não ser do Grupo B (pertencia ao Grupo 4), é um carro lendário na história dos ralis, pois ganhou o Mundial em 1974, 1975 e 1976.

Mas se você não gostar de Lancia há mais opções, começando com dois Ford RS200 de 1986 aqui presentes. Recorde-se que a marca produziu apenas 200 exemplares…

A invejável coleção, que ainda pertence a um único dono, conta ainda com um Audi Sport Quattro S1 e um Peugeot 205 T16, ambos de 1985, sendo que este último marca apenas 1.126 km no painel.

O leilão está marcado para o próximo dia 18 de agosto em Monterey, na Califórnia, e tenha certeza, não haverá muitas oportunidades semelhantes para garantir um destes carros na garagem. Se no meio dessa crise alguém ainda tem dinheiro fácil e abundante (políticos, no caso…), é bom saber quer a concorrência será grande, porque há muitos entusiastas espalhados pelo mundo dispostos a pagar uma boa fortuna por uma destas maravilhas.

Tags:

 

Sobre o Autor

Mais posts por | Visite o site de RICARDO CARUSO