Auto&Técnica | Desde 1995, 23 anos de boas notícias.

Lotus quer motor de um cilindro a álcool em seus carros

Compartilhe!

A Lotus quer inventar o que já existe. A marca anunciou que está pesquisando as propriedades do álcool e gasolina, tendo como ponto de partida um motor monocilíndrico e com injeção direta. Se recorresse aos técnicos brasileiros, aprenderia tudo o que precisa sobre o uso de etanol como combustível…
lotus3

A Lotus, associada à escola de mecânica e engenharia aeroespacial de Belfast e em parceria com a Jaguar, vai desenvolver motores com um cilindro apenas. O motor, já batizado Omnivore, será de injeção directa e pode ser alimentado a gasolina ou álcool (flex?).

Com construção e projeto próprio, será uma espécie de “tubo de ensaio” para estudar o grau de eficiência térmica com ambos os combustíveis. Mike Kimberley, chefão da Lotus, afirma que “o álcool tem características de combustão que permitem maior otimização em relação à gasolina”.

O responsável pelo departamento de motores da Lotus Engineering, Geraint Castleton-White, disse que “os requisitos para trabalhar com gasolina nos atuais motores flex limitam a sua eficiência térmica quando funcionam com álcool. No entanto, as propriedades do álcool, quando comparadas com as da gasolina, apresentam grandes potencialidades para atingir melhor eficiência térmica”.

Ele afirmou ainda que “a pesquisa neste motor de um cilindro levará a uma forma de combustão altamente eficaz. O objetivo é melhorar a exploração das propriedades da gasolina e do álcool”.


Compartilhe!
English English Français Français Deutsch Deutsch Italiano Italiano Português Português Español Español