Auto&Técnica | Desde 1995, 23 anos de boas notícias.

Pernambucano: Fiat Aegea pode chegar ao Brasil

Compartilhe!

150521_Fiat_progetto-aegea_011-1024x719

O Fiat Aegea, sucessor do Bravo e do Linea e apresentado no Salão de Istambul, não será produzido só na Turquia. A imprensa portuguesa está veiculando a notícia de que que será fabricado também no Brasil, em Goiana, e na Índia.

O modelo é a aposta da marca italiana para incrementars suas vendas em mercados emergentes, mas além disso deve surgir também no mercado europeu. Para isso, contará com modelos hatch e wagon. Com esta novidade a FCA torna a sua aposta no segmento mais sólida.

Com 4,5 metros e meio de comprimento, 1,8 m de largura e 1,5 m de altura, o Aegea tem 2,6 m de distância entre eixos. Já o interior, que a marca garante ser bastante espaçoso, conta ainda com porta-malas de 510 litros. No que diz respeito aos motores o Aegea terá quatro opções: duas MultiJet II diesel e duas a gasolina, com potências entre os 95 e 120 cv, e com as versões diesel (não para o Brasil) apresentando consumos inferiores a 25 km/litro. Estarão disponíveis caixas de câmbio manuais e automáticas, ainda não definidas.

A fábrica de Goiana, no Pernambuco, tem capacidade de produção de cerca de 250 mil veículos por ano, sendo que o seu primeiro modelo ali construído foi o Jeep Renegade. Na sequência virá a pickup Fiat Toro e, em seguida, possivelmente o Aegea. Existe uma remota possibilidade do Aegea ser rebatizado de Dodge Dart no Brasil. Na Turquia, por meio da da parceira Tofas, a fábrica de Bursa exportará para a Europa sua produção entre os anos 2016 e 2023. Serão 580 mil sedãs Aegea e mais 700 mil veículos entre o hatch e a wagon.

A Fiat Brasil. como é normal, não confirma a notícia.


Compartilhe!
English English Français Français Deutsch Deutsch Italiano Italiano Português Português Español Español