Auto&Técnica | Desde 1995, 23 anos de boas notícias.

Porsche Mission E: vídeo oficial com Mark Webber confirma 600 cv de potência

Compartilhe!

 

 

A Porsche divulgou o primeiro vídeo oficial do futuro modelo Mission E, onde o veículo elétrico é conduzido por Mark Webber na pista de testes de Weissach. Segundo o ex-piloto de Fórmula 1, o futuro Porsche elétrico “define novos padrões”.

Webber anuncia no vídeo que o modelo terá 600 cv de potência, confirmando que o sistema de propulsão composto por dois motores elétricos alimentados por um conjunto de baterias de ions de lítio colocará o Mission E imediatamente abaixo do 911 GT2 RS em termos de potência. De acordo com Webber, o veículo elétrico é mais pesado que um Porsche convencional, devido ao seu sistema propulsor, mas mesmo assim consegue acelerar de zero a 100 km/h em 3,5 segundos.

Recorrendo a um ponto de carregamento rápido, será possível recarregar as baterias em até 80% da sua capacidade em apenas 15 minutos. O sistema de propulsão elétrica do Porsche Mission E é um dos mais avançados já desenvolvido. O primeiro Porsche elétrico contará com tecnologia de carregamento de 800 V, que evitará a sua obsolescência durante vários anos.

A configuração interior de quatro quatro lugares indica que o Mission E está mais próximo do Panamera do que dos esportivos puros como o 911, mas o seu baixo centro de gravidade deverá permitir uma dinâmica de direção equiparável com a de modelos mais focados no desempenho.

Segundo Oliver Blume, chefão da Porsche, o Mission E estará equipado com tecnologia de condução autônoma de nível 4, mas nega que será capaz de percorrer longas distâncias sem participação humana. “Em certas situações, como trânsito engarrafado, será possível ler o jornal, mas os nossos clientes gostam de dirigir, e isso permanecerá,” afirmou o executivo.

A apresentação está marcada para 2019, antes dos Salões internacionais de 2020. Os protótipos de teste já percorreram milhares de quilômetros e parecem estar mais avançados do que seria esperado nesta fase do processo de desenvolvimento.

 

Compartilhe!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *