Auto&Técnica | Desde 1995, 23 anos de boas notícias.

TESTE: CHEVROLET SPORT6, O CRUZE HATCH

Compartilhe!

Sport6: a partir de R$ 64.900.

Depois do Cruze sedã, lançado no final do ano passado, agora chegou o hatch, que no Brasil irá se chamar Cruze Sport6. Um carro elegante, esportivo e com muito estilo. Desde que foi introduzido no mercado brasileiro, em 2011, o Cruze vem ocupando bem o espaço deixado pelo Vectra, pois de lá para cá já foram vendidas mais de 15 mil unidades do modelo. Agora, dando continuidade ao plano de lançar sete novos modelos em 2012, a Chevrolet coloca no mercado o hatch Sport6.

Não se trata apenas de um sedã com a trazeira cortada. O Cruze Sport6 tem linhas esportivas e encorpadas, que culminaram em um modelo com personalidade própria. De acordo com Grace Lieblein, presidente da GM Brasil, o potencial do Cruze Sport6 para agradar aos consumidores é grande. “O Cruze vem superando nossas expectativas. No Brasil e no mundo. E o Cruze Sport6 tem os mesmos ingredientes para manter essa trajetória de sucesso”.

Hatch chega nas versões LT e LTZ.

O Cruze Sport6 chega ao mercado brasileiro nas versões LT e LTZ, ambas equipadas com motor 1.8 Ecotec6 e transmissões manual e automática de seis velocidades.

OUTRO GLOBAL

A exemplo do sedã, o projeto do Cruze Sport6 é fruto de um trabalho global da GM, já que os projetistas, baseados na Coréia, receberam dados de outros centros de desenho da GM no mundo, sediados na Alemanha, Estados Unidos, Austrália e Brasil. Com estas sugestões, desenvolveram o modelo, para que atendesse mais de uma centena de mercados.

“Nosso objetivo foi o de entregar ao carro uma aparência dinâmica, quase de um cupê, sem comprometer sua versatilidade, praticidade e o bom espaço interno”, afirmou Carlos Barba, diretor executivo de Design da GM América do Sul.

Traseira apresenta desenho elegante e esportivo.

O elemento de maior destaque no desenho do Cruze hatch é a linha do teto bem curvada, que se estende desde o pára-brisa até as colunas traseiras. Juntamente com a traseira mais curta –o hatch é 9 cm menor, se comparada ao sedã- esse contorno se traduz em esportividade. A grade bipartida ostenta o logo da Chevrolet, e tem o mesmo conjunto ótico do sedã, que invade os pára-lamas dianteiros. A traseira inclui grandes lanternas, com dois elementos circulares, encontrados em outros modelos da Chevrolet.

Na dianteira, mudança no pára-choques

Tanto na versão LT quanto na LTZ, o Chevrolet Cruze é equipado com rodas de liga leve, aro 17, com pneus 225/50.

POR DENTRO

O interior é basicamente o mesmo do sedã, mas todo em preto, o que dá esportividade sem perder o ambiente envolvente. Entre as características que colocam o Cruze Sport6 em destaque na sua categoria, está a continuidade do painel de instrumentos com os forros de porta, e o bom espaço no banco traseiro. O tema principal do interior é o dual cockpit, que voltou a ser tradição nos Chevrolet. O elemento central desta simetria é o console, que inclui o visor e os comandos dos sistemas de informação, entretenimento e climatização do sedã e do Sport6.

Interior tem revestimentos escuros.

Os bancos são bem desenhados e confortáveis. São envolventes e tem construção em trama que distribui o peso de forma equilibrada, bem como espuma firme nos assentos e nos encostos. Isso nos bancos dianteiros ou traseiros. O ar-condicionado do Sport6 tem comandos eletrônicos e inclui função AQS (sensor de qualidade do ar), que mede a qualidade do ar externo e ativa o modo de recirculação, se necessário.

O sistema de entretenimento integrado do Sport6 é interessante. Semelhante ao do sedã, utiliza tela de 7 polegadas, localizada no console central. O sistema de navegação oferece mapas do Brasil e da Argentina e  mostra, por exemplo, indicações para postos de gasolina, quando o tanque do carro entra na reserva. Além disso, o carro dispõe de rádio com leitor de CD e MP3 e entrada USB. A versão LT sai de fábrica com amplificador de quatro canais e seis alto-falantes; já o LTZ oferece sistema Premium de áudio.

GPS é incorporado ao painel.

A capacidade do porta-malas é de 402 litros com os bancos em posição normal. Com o rebatimento dos bancos traseiros (60/40), o volume de carga sobe para 872 litros. Os vários espaços de arrumação existentes no porta-luvas de dois níveis, no console central e nas bolsas das portas, assim como as bolsas dos encostos dos bancos, podem ser utilizados para acomodar grande variedade de objetos.

DUAS VERSÕES

O Chevrolet Cruze Sport6 tem duas diferentes versões, LT e LTZ, ambas com itens exclusivos. Os dois níveis de acabamento oferecem o interior em preto e versões com câmbio manual ou automático de seis velocidades.

A versão LT pode ser encontrada com câmbio manual e bancos de tecido ou com o câmbio automático e bancos de couro. Além disso, oferece boa lista de itens de série, como airbags duplo e laterais, faróis e lanterna de neblina, controles de tração e estabilidade, freios com ABS com distribuição eletrônica de frenagem (EBD), sistema Isofix, rodas de alumínio aro 17, ar-condicionado eletrônico com AQS, computador de bordo, direção elétrica progressiva, desembaçador, vidros elétricos, volante com comandos para acessar as funções do sistema de som, piloto automático e viva-voz através de Bluetooth, central multimídia com AM/FM, CD Player, MP3, USB, entrada auxiliar e seis alto-falantes.

Equipamento sempre bem cotado: teto solar.

Já a versão LTZ, top de linha, também pode ser encontrada com câmbio manual ou automático. Mas só existe com bancos revestidos em couro. Além disso, tem teto solar, e a oferta de itens de série inclui os mesmos da LT, acrescidos de retrovisores externos com rebatimento elétrico, airbag de cortina, sensor crepuscular, rodas 17 com desenho exclusivo, sensor de estacionamento, acionamento do motor por meio de interruptor Start-Stop no painel, central multimídia com tela LCD de sete polegadas e GPS integrado com sistema de som, CD Player, MP3, USB e entrada auxiliar.

MOTOR E CÂMBIO

Assim como o sedã, o Cruze Sport6 é equipado com o novo motor 1.8 Ecotec6 e duas opções de câmbio: manual ou automático de seis marchas, outro item inédito no segmento. A “família” Ecotec reúne o que há de mais sofisticado em termos de engenharia e tecnologia. Seu cabeçote conta com duplo comando de válvulas continuamente variável (Dual CVVT), com variação do tempo de abertura das válvulas de admissão e de escapamento.

Motor 1.8 chega aos 144 cv

Além disso, o Ecotec6 tem coletor de admissão variável, o que torna as respostas do motor mais rápidas. O coletor “curto” é mais utilizado em altas velocidades, quando o carro necessita de potência em alta rotação. Em baixas rotações, o coletor se torna “longo”, privilegiando torque e força. Além disso, o sistema colabora para a queima de combustível mais eficiente, proporcionando alto desempenho, economia e menor emissão de poluentes.

Além disso, o Ecotec tem bielas forjadas, ao invés de fundidas, que garantem mais durabilidade. O cabeçote (feito de alumínio, assim como o cárter) e bloco contam com galerias internas para refrigeração especialmente desenhadas de modo que a temperatura no cabeçote seja menor, permitindo maior avanço de ignição, o que resulta em menor consumo.

Rodas aro 17 nas duas versões.

Graças a estas tecnologias, o 1.8 Ecotec 6 do Cruze chega aos 144 cv de potência máxima quando abastecido com etanol, e 140 cv com gasolina, a 6.300 rpm. O torque máximo, com etanol, é de 18,9 kgfm e aparece já nas 3.800 rpm. Com gasolina, o torque máximo é de 17,8 kgfm, na mesma rotação. Cerca de 90% do torque já está disponível nas 2.200 rpm.

Além da caixa de transmissão manual, de seis velocidades, o Sport6 oferece outra, automática, também com seis velocidades e a opção de mudanças no modo sequencial, oferecendo a escolha entre esportividade ou conforto. Igual ao sedã. Esta caixa se adapta ao estilo de condução do motorista e conta com sensor de inclinação, que modifica as marchas segundo a necessidade. Por exemplo, em uma descida, ela reduz marchas para a ajudar a segurar o carro, mesmo sem a intervenção do motorista. Em subidas, evita trocas desnecessárias de marcha.

SUSPENSÕES

O Cruze tem a seu favor uma plataforma com boas dimensões, o que contribui para maior estabilidade e conforto. A bitola dianteira tem 1.544 mm e a traseira 1.558 mm, enquanto a distância entre eixos (semelhante a do sedã) tem 2.685 mm. A suspensão dianteira é do tipo McPherson e tem molas com formato que contribui para manter todos os movimentos da carroceria dentro dos padrões desejados. As buchas hidráulicas que fixam os braços inferiores da suspensão ao subchassi –comuns apenas em veículos mais caros– aumentam o grau de isolamento no rodar e permitem absorção mais controlada das vibrações em pisos irregulares, resultando numa dirigibilidade superior do veículo.

A suspensão traseira, tipo Z-link, apresenta um sistema composto de barra de torção especial com perfil em “U”, construído com duas camadas. Este projeto alia as vantagens da economia de espaço de um eixo com barra de torção convencional ao baixo peso e ao controle do câmber das rodas.

Desenho do Sport6 é atual e inconfundível.

No que se refere ao sistema de freios, o Cruze hatch tem quatro discos, com os dianteiros ventilados. O sistema ABS possui distribuição eletrônica de frenagem, e os controles de tração e estabilidade são itens de série em qualquer versão do Sport6. A direção por pinhão e cremalheira é assistida eletricamente. É rápida nas respostas, mais direta, bastando menos que três voltas do volante ir de batente a batente. Tudo isso sem abrir mão do conforto e da leveza que o sistema oferece em manobras.

CONCLUSÃO

O Cruze sedã faz sucesso em todo mundo e no Brasil não foi diferente; o hatch Sport6 vai seguir o mesmo caminho. Chega para brigar firme no segmento, trazendo como credenciais o bom e atual conjunto mecânico, e o desenho realmente interessante.

Ele é muito melhor ao vivo do que em fotos. Encorpado, esportivo e bem equipado, vai ter uma trajetória de muito mais sucesso que o Vectra GT/GTX. Os preços começam em R$ 64.900 para o LT e R$ 77.400 para o LTZ, dentro do normal do mercado.

– Leia mais em SUPER CHEVY e AUTO&TÉCNICA.


Compartilhe!
English English Français Français Deutsch Deutsch Italiano Italiano Português Português Español Español