SlideTestes

TESTE: Hyundai HB20 Platinum Plus

Compartilhe!

A Platinum Plus, versão topo de linha do Hyundai HB20 hatch impressiona pelo conteúdo, dirigibilidade e acabamento. Esta configuração custa R$ 119.950, o que não é barato, mas alinhado com seus concorrentes. AUTO&TÉCNICA avaliou o modelo, que se mostrou uma boa surpresa. A Platinum Plus é a única da linha HB20 a oferecer tecnologias de auxílio à condução, como frenagem automática, sensores de de ponto cego e de permanência em faixa, detector de tráfego cruzado traseiro, detector de fadiga e farol alto adaptativo. Os faróis têm projetores só nessa versão e são muito eficientes. São ainda exclusivos do Hyundai HB20 Platinum Plus o ar-condicionado digital (com uma zona apenas de temperatura) e o carregador sem-fio para smartphones, entre outros. Um “pacote” de respeito, encontrado em modelos mais caros e luxuosos. Confira nossa avaliação.

por Ricardo Caruso

Por fora, o HB20 apresenta dianteira bem desenhada e com ampla grade, conjunto ótico bem atual (felizmente para 2023 as lanternas traseiras foram redesenhadas), discreto spoiler na tampa traseira, coluna “C” com efeito de “teto flutuante” e um belíssimo conjunto de rodas. O HB20 é um carro pequeno, altamente recomendado para uso nas cidades. Mas nem por isso é apertado ou desconfortável. Seus principais concorrentes são o Volkswagen Polo e o Chevrolet Onix, ligeiramente maiores. Quatro passageiros de até 1,80m se acomodam sem problemas, inclusive no banco traseiro, sem muita folga mas com espaço suficiente para as pernas e cabeça. O porta-malas tem 300 litros de capacidade, na prática correto para a proposta do modelo; na versão avaliada o banco traseiro é bipartido ( 60/40 %), recurso sempre útil para acomodação de bagagens maiores.

O acabamento não chega a ser luxuoso, mas é muito bem cuidado. Por dentro, muito plástico, como é normal hoje, mas tudo bem montado, o que inclui apoios de braço macios e nas quatro portas, o que não é tão comum hoje em dia. O painel é bem desenhado, com grupo de instrumentos digital (o conta-giros é numérico); uma boa tela multimídia ao centro; volante de três raios multifunções com ajustes de altura e inclinação (e boa “pega”); comandos bem posicionados e o motorista dispõe de direção assistida; câmbio automático; ar condicionado e controles elétricos para espelhos, vidros e travas, alem de um honesto sistema de áudio.

Os bancos são bem projetados e tem revestimentos em tecido e material que imita couro (o tal “couro sintético”, como erroneamente muitos o chamam), uma combinação agradável. Independente da cor da carroceria, os revestimentos são sempre pretas (o HB20S tem a opção de revestimento em “couro”). No console, espaços para pequenos objetos e apoio de braço.

Se por dentro e por fora está tudo bem com o HB20 Platinum Plus, a parte mecânica está ainda melhor.Todo o conjunto mecânico é bem equilibrado e calibrado, o maior destaque do Hyundai HB20 Platinum Plus sem dúvida. A versão é equipada com motor 1.0 turbo de três cilindros em linha e injeção direta. É dianteiro, transversal, flex, com 71 mm de diâmetro x 84 mm de curso, 998cm³ de cilindrada, 12 válvulas e duplo comando de válvulas. Tem bons 120 cv de potência máxima (com gasolina ou etanol) e torque máximo de 17,5 mkgf. já disponível a apenas 1.500 rpm.

Esses números combinados com o baixo peso de 1.110 kg (relação peso/potência de 9,25 kg/cv), direcionam o carro parar um desempenho ótimo. A velocidade máxima é de 190 km/h (gasolina ou etanol) e a aceleração de zero a 100 km/h é feita em 10,7 segundos (g/e). O consumo urbano é de 12,7 km/litro (g) e 9 km/l (e), e na estrada: 15,1 km/l (g) e 10,3 km/l (e). Com isso, o Hyundai HB20 Platinum Plus é bastante ágil no trânsito urbano, onde acelera e retoma velocidade com facilidade, auxiliado claro pelo câmbio automático (de seis marchas e com “borboletas” junto ao volante para trocas sequenciais, algo raro no segmento.). Na estrada, o desempenho também é bom, proporcionando segurança nas ultrapassagens. Os freios são bem adequados, com discos ventilados na frente, tambores na traseira, ABS e EBD

Por sua vez, a suspensão (McPherson na frente e eixo de torção atrás) tem calibragem firme, algo já tradicional no Hyundai HB20 e que acompanha o modelo desde a primeira geração e se mostra importante para garantir o bom desempenho dessa versão.As rodas, de desenho excepcional, são aro 16, seis polegadas de largura, em liga leve e calçadas com pneus Michelin 195/55, que sempre fazem muita diferença em conforto, estabilidade e aderência. A direção elétrica, de relação mais direta e sempre com peso correto conforme aumenta a velocidade.

CONCLUSÃO

O Hyundai HB20 Platinum Plus tem 4,01m de comprimento, 1,52m de largura; 1,47m de altura altura; distância entre-eixos de 2,53m e vão livre em relação ao solo de 16cm. E a pergunta que não quer calar: Vale a pena? A resposta é sim. Trata-se de uma opção muito interessante no segmento, em especial para quem não precisa de muito espaço interno ou no porta-malas. A boa dirigibilidade é mais um destaque e o conteúdo agrada até os mais céticos.

Quem busca um hatch compacto de outra marca, vale a dica de observar com atenção esta versão Platinum Plus, acima de tudo um carrinho muito divertido.


Compartilhe!
1716468749