Auto&Técnica | Desde 1995, 23 anos de boas notícias.

VETTEL NA COLA DE SCHUMACHER

Compartilhe!

No dia em que um mito automobilismo se despediu das pistas, outro pode ter nascido. Aliás, nasceu mesmo. Sebastian Vettel já está na história da Fórmula 1 por ser o mais jovem tricampeão do mundo de todos os tempos. Já tinha sido o mais jovem campeão e o mais jovem bicampeão. Os recordes começaram a ser batidos e Vettel segue os mesmos passos de seu ídolo de sempre, o tal que se despediu no domingo, em Interlagos: Michael Schumacher.

Quanto Schumacher estreou na Fórmula 1, no Grande Prêmio da Bélgica de 1991, Vettel tinha apenas quatro anos de idade. Agora que Schumacher abandonou de vez as pistas, o mesmo Vettel já é tricampeão do mundo.

Vettel nunca escondeu a admiração por Schumacher, que conheceu quando tinha oito anos. Numa pista de kart, claro. O futuro heptacampeão do mundo ainda lutava para vencer o segundo título, pela Benetton. Vettel dava os primeiros promissores passos no kart.

Logo Vettel ganhou o apelido de “Baby Schumi” e passou por várias etapas até chegar na Fórmula 1, em 2007. Precisou, depois, de apenas três anos para festejar o primeiro título, pela Red Bull. E não mais parou. Juntos, Vettel e Schumacher já deram 10 títulos mundiais à Alemanha, país que, até então, não tinha nenhuma grande tradição na modalidade. Agora, só a Grã Bretanha, com 14 títulos, soma mais.

Para muitos, Vettel caminha para bater os recordes do seu ídolo. O caminho não será fácil, mas, neste ritmo, não é ousadia nenhuma fazer tal previsão. E com as bençãos de Schumacher. “Os recordes existem para serem batidos e Sebastian está no caminho. No entanto, nunca deve achar que não pode ser parado. Porque todos sabem o quanto as coisas são frágeis, quanta atenção é necessária para estar na posição que ele está e como isso pode desaparecer rapidamente. Talvez ele não tenha essa experiência ainda, mas eu tenho”, afirmou Schumacher na hora da despedida.

O alemão “clássico” deixa a Fórmula 1 com 307 GPs, 91 vitórias, 155 pódios, 68 pole-positions e sete títulos mundiais na carreira. Os holofotes agora apontam para o menino Vettel. E ele tem sabido corresponder.


Compartilhe!
English English Français Français Deutsch Deutsch Italiano Italiano Português Português Español Español