Última hora

Em Laguna Seca: tragédia no motociclismo

Compartilhe!

294x276

Depois da morte de Jules Bianchi, a bruxa estava solta no final de semana. Tragédia no circuito de Laguna Seca, na California. Bernat Martínez, de 35 anos, e Daniel Rivas, de 27, ambos espanhóis, perderam a vida vítimas de um acidente violento no MotoAmérica, campeonato disputado em conjunto com o Mundial de Superbikes.

Bernat faleceu no hospital de Monterey, para onde foi transportado com urgência, e Daniel, depois de ser transportado de helicóptero para Salinas, a 20 km do circuito, também não resistiu.

Rivas e Martinez.
Rivas e Martinez.

Tudo aconteceu este domingo, na largada da segunda corrida da categoria de Superbikes/Superstocks. A moto de Dani Rivas falhou na partida e o piloto acabou sendo atropelado pelos pilotos que estavam atrás. Cinco pilotos caíram. O socorro foi imediato, mas nada pode ser feito diante da gravidade das lesões.

Wayne Rainey, presidente da MotoAmerica e tricampeão mundial nas antigas 500 cc, admitiu não ter palavras para descrever o acontecido e que agora os seus pensamentos estão com os familiares dos pilotos falecidos. Também Miguel Cardenal, presidente do Conselho Superior de Esportes da Espanha reagiu, por meio de comunicado, à morte dos dois pilotos espanhóis, admitindo que é difícil ter palavras depois de um acidente como este.

“É muito difícil dizer alguma coisa quando ocorre um acidente que tira a vida de dois jovens esportistas como o Dani e o Bernat, que lutaram e se esforçaram para alcançar as mais altas metas nesse esporte. Em nome do Conselho Superior do Esporte, e em meu próprio nome, os mais sinceros e sentidos pêsames”, disse.

Martínez foi vice-campeão europeu e do CEV (Campeonato Espanhol de Velocidade) em 2009. O piloto de Valência cumpria a segunda temporada nos Estados Unidos e tinha sido o primeiro espanhol a subir no pódio da Superbike. Fernández, por sua vez, competia no CEV. Tinha sido segundo na última prova do campeonato espanhol, em Aragão.


Compartilhe!
1716634107