Auto&Técnica | Desde 1995, 23 anos de boas notícias.

Em testes: Renault terá duas pickups no Brasil

Compartilhe!

RENAULT-RAPTUR-1-600x277

Quando no dia 13 de fevereiro deste ano a Renault anunciou seus planos internacionais de crescimento, a grande novidade foi a confirmação oficial de que a marca planeja produzir pelo menos dois modelos de pickups na América do Sul.

A marca confirmou na ocasião  dois modelos: uma pickup pequena, para até 500 kg de capacidade de carga, e uma média, para 1 tonelada. A menor será baseada no Duster, com produção confirmada para o Brasil e que será apresentada no final de 2014 ou início de 2015.

RENAULT-RAPTUR-2-600x398
Na planilha da Renault, as duas pickups.

Mas a pickup média era uma incógnita até agora. O projeto está acelerado e tem o nome código de Raptur (foto). É uma pickup baseada na plataforma da nova Nossan Frontier, inclusive a parte mecânica, com o motor 2.3 turbodiesel de 190 cv e câmbio manual de seis marchas ou automático de sete.

A carroceria terá dimensões similares às da Ford Ranger, com 5,32 m de comprimento e 1.03o kg de capacidade de carga. Apesar de usar a mecânica Nissan, o desenho interno e externo terá projeto Renault, com a grade inspirada na redesenhada Koleos. Com isso, a idéia da Renault é oferecer a pickup mais atual e tecnológica do mercado, incluindo faróis e lanternas por LEDs, itens de segurança, controle de estabilidade e seis airbags.

A pickup média da Renault terá concorrentes de peso, como a Ford Ranger, Chevrolet S10, Toyopta Hilux, VW Amarok e a futura Fiat. Enquanto a pickup pequena será feita no Brasil, o local de produção da média ainda não está confirmado. A Argentina está na parada, pois lá existem fornecedores para as Hilux (fábrica em Zárate), Ranger e Amarok (ambas em General Pacheco).

 


Compartilhe!
English English Français Français Deutsch Deutsch Italiano Italiano Português Português Español Español