Auto&Técnica | Desde 1995, 23 anos de boas notícias.

Escândalo VW: prejuízo pode chegar a US$ 40 bilhões

Compartilhe!

A Volkswagen está estudando promover uma redução significativa nos funcionários temporários da empresa em várias partes do mundo como parte das medidas anunciadas após o escândalo de fraude de emissões. A notícia vem da agência Reuters.

vw-logo

Um porta-voz da empresa afirmou que o Grupo Volkswagen fará de tudo para manter esses empregos, mas admitiu que existem muitas variáveis a serem analisadas. Na verdade, a marca já tinha anunciado na última sexta-feira, em comunicado, que tanto os níveis de emprego como as vendas são neste momento imprevisíveis.

No lugar de reduzir o número de empregos, a Volkswagen poderá reduzir o horário de trabalho como alternativa mais razoável e que não transfira para os funcionários o ônus de seu estelionato.

Após o escândalo das emissões no motores diesel, a Volkswagen anunciou corte nos planos de investimento na faixa dos US$ 1,2 bilhões anuais. Além disso, vários analistas mundiais acreditam que esta crise custará à marca alemã a bagatela de pelo menos US$ 40 bilhões entre recalls de veículos, processos judiciais, burocracias e ações de marketing.

Por muito menos, várias marcas desapareceram.


Compartilhe!
English English Français Français Deutsch Deutsch Italiano Italiano Português Português Español Español