Auto&Técnica | Desde 1995, 23 anos de boas notícias.

HYUNDAI HB20X: UM CARRO, MUITOS ELOGIOS

Compartilhe!

Apenas quatro meses depois do lançamento do compacto HB20, um raro sucesso de crítica e de público, a Hyundai apresentou o segundo produto da linha, que foi desenvolvido especificamente para o nosso mercado: o aventureiro HB20X. A letrinha X no final do nome indica “cross”, apontando ele como mais um competidor entre os veículos com apelo aventureiro (pelo menos de visual), inaugurado aqui pelos Adventure da Fiat.

P1020299 (480x640)

Da mesma forma que outros carros integrantes do grupo dos aventureiros, o Hyundai HB20X tem detalhes estéticos que mudam seu visual e tornam a aparência mais agressiva. Uns gostam, outros não, mas é isso que acontece nesse segmento. Para isso, a Hyundai equipou o HB20X com pára-choques dianteiro e traseiro novos e uma redesenhada grade dianteira, o que de frente deixa fácil confundi-lo com o SUV ix35. O carrto tem desenho bastante feliz e atual, carroceria quatro portas e amla tampa traseira. Existem ainda diversos apliques de plástico preto espalhados pela carroceria, tudo para deixá-lo bem diferente do “normal” HB20.

P1020265 (640x480)

O carrinho chegou às concessionáriuas recentemente. A versão mais barata é a Style, que começa em R$ 48.755, enquanto a top de linha –que AUTO&TÉCNICA avaliou- é a Premium, que parte de R$ 54.455. As duas têm a transmissão automática de quatro velocidades como opcional, e todos HB20X utilizam o motor 1.6 flex de 16v e 128 cv de potência máxima.

FIM DO SOSSEGO

Atrevida no bom sentido, a Hyundai com o HB20X aponta suas armas em direção a dois rivais em especial, o Renault Sandero Stepway e Volkswagen CrossFox. E isso tem lógica, pois estes dois carros foram os mais vendidos entre os avenbtureiros em 2012, com 22 mil unidades e 21 mil, respectivamente. Por enquanto a Hyundai não sonha tão alto, e projetou vender 10 mil unidades neste primeiro ano, e deste volume ela acredita que 20% seja de modelos com transmissão automática.

HB20X_0002_3091x2063 (640x427)

Ou seja, acabou o sossego do Renault e do Volkswagen. A arma coreana é muito mais atual, mais sofisticada e eficiente. Sem contar que é uma novidade, o que sempre chama atenção, e os números de vendas e espera nas filas das concessionárias demonstra bem isso. A imagem da marca se reforçou graças à qualidade dos modelos importados, SUVs de todos os tamanhos e bom “pacote” tecnológico oferecido.

HB20X_0303_2527x1687 (640x438)

Para permitir maior desenvoltura ao enfrentar terrenos mais acidentados, o Hyundai ganhou nova calibragem da suspensão, incluindo molas com outra carga. Com isso, a distância para o solo foi aumentada em 0,4 cm milímetros, indo para 20,5 cm. Quem também busca conforto, não vai se decepcionar. O HB20X enfrenta diferentes tipos de piso sem sacrificar os ocupantes. É claro que no asfalto tudo vai melhor, mas nos trechos de terra que usamos, o pequeno aventureiro não decepcionou. O carro usa sistema McPherson na dianteira e eiixo de torção na traseira.

BOM CONJUNTO

Avaliamos a versão Premium equipada com câmbio automático. A primeira boa impressão vem da montagem do carro, impecável. A segunda do conjunto motor/câmbio. O motor 1.6 é eficiente e “esperto”. Tem 1.591 cm³ de cilindrada exata, 16 válvulas e duplo comando de válvulas, que rende a potência máxima de 128 cv a 6.000 rpm (com etanol, 122 cv com gasolina) e tem torque máximo de 16,5 mkgf a 4.500 rpm (também com etanol, 16 mkgf com gasolina). É bem elástico, silencioso e econômico. A velocidade máxima é de 174 km/h (no câmbio manual vai a 181 km/h).

hyundai-hb20x-fotos-9 (640x379)

O câmbio de apenas quatro marchas tem funcionamento impecável, mas uma ou duas marchas a mais caberiam bem nesse projeto moderno, mas o acerto geral do conjunto mecânico original não foi prejudicado no aventureiro. Se o HB20 é um projeto muito equilibrado, tudo continua certo no HB20X. O Hyundai é muito agradável de ser dirigido. Surpreendeu ainda o baixo nível de ruído vindo do motor, o que comprova a boa vedação acústica.

Novo-Hyundai-HB20-X (10) (640x428)

Internamente, o HB20X difere do HB20 normal pelos bancos de tecido com costura dupla e pedaleiras esportivas. Na versão avaliada, a Premium, o revestimento do volante e da manopla de câmbio são de couro. Para justificar a diferença de preço para o HB20, o HB20X oferece ainda sistema de som Hyundai BTH com Bluetooth e comandos no volante, chave com comando de abertura e fechamento dos vidros, acendimento automático dos faróis e alarme com sensor de presença e inclinação.

Hyundai-HB20X-13 (640x397)

O carro tem ainda ar-condicionado, direção hidráulica, airbag duplo e contornos das saídas de ar, da manopla e dos comandos de áudio no volante na cor preta. Como nos demais HB20 1.6, o aventureiro tem freios (discos ventilados na dianteira e tambor na traseira) com ABS e EBD (distribuição eletrônica de frenagem) como equipamento de série. Os pneus são os mesmos (195/65) com rodas de liga-leve aro 15, pois a Hyundai optou por não adotar pneus mistos na versão aventureira.

Novo-Hyundai-HB20-X-interior (640x428)

O HB20X tem 3,94 metros de comprimento, 1,71 m de largura, 1,54 m de altura e 2,50 m de entre-eixos;  o peso é de 1.072 kg.

AS VERSÕES 

Style Manual – R$ 48.755: tem de série rodas de liga leve aro 15; volante com regulagem de altura e profundidade; retrovisores com ajuste elétrico; fáróis de neblina; rádio 2 DIN com MP3, bluetooth e entradas USB/auxiliar; comandos de controle do rádio no volante; sistema Keyless com chave “canivete”; alarme, vidros elétricos (descida automática somente para o motorista); airbag duplo; direção hidráulica; computador de bordo; ar condicionado e fixação do tipo Isofix para cadeirinhas, entre outros.

Style Automático – R$ 51.955,00: possui o mesmo “pacote” de equipamentos do Style Manual, mas transmissão automática de quatro velocidades.

Premium Manual – R$ 51.255: com os mesmos itens do Style, mais banco traseiro bipartido; sensor de estacionamento traseiro; vidros elétricos com one touch para subida/descida; revestimento em couro para manopla do câmbio e volante; rádio CD Player com MP3 e entradas USB/auxiliar (rádio com Bluetooth é opcional, mas não sem CD Player) e ar condicionado com função Cluster Ionizer e filtro.

Premium Automático – R$ 54.455: tem a mesma lista de equipamentos do Premium Manual e câmbio automático.

A Hyundai cobra R$ 1.045 pela pintura metálica e R$ 1.245 pelas cores perolizadas.

CONCLUSÃO

O modelo avaliado custa R$ 54.445. A relação custo/benefício do HB20X não tem como ser comparada com a do HB20, pois são carros de propostas diferentes, mas a Hyundai aposta em um nicho que só existe no Brasil, e agrada em especial ao público feminino.

P1020278 (640x444)

Produzido na fábrica de Piracicaba (SP), o Hyundai HB20X, como o HB20, é uma ótima surpresa. Há 10 anos ninguém ousaria falar bem de carros coreanos, mas hoje estão se tornando referência no mercado, não só nacional, como internacional. Dentro das opções existentes no mercado brasileiro, o HB20X deve ser considerado, pois além de atraente, é realmente um carro muito bom. A garantia de cinco anos é mais um excelente argumento de vendas.


Compartilhe!
English English Français Français Deutsch Deutsch Italiano Italiano Português Português Español Español