Auto&Técnica | Desde 1995, 23 anos de boas notícias.

JAC T40 com câmbio CVT: era só o que faltava

Compartilhe!

A JAC apresentou o SUV T40 com câmbio CVT. O pequeno SUV  já está chegando nas concessionárias da marca e, além da nova transmissão, trocou o motor 1.5 por um novo, de 1.600 cm3 e ganhou novos instrumentos. O preço é de R$ 69.990, R$ 10 mil a mais que a versão manual, vendida a partir de R$ 59.990. Era esse upgrade que faltava ao modelo chinês para aparecer ainda mais no mercado brasileiro. Com relação custo/benefício interessante, é o único SUV com câmbio automático abaixo de R$ 70 mil no mercado brasileiro. 

por Ricardo Caruso e Marcos Cesar Silva

Essas duas alterações mecânicas melhoraram bastante o JAC T40. O câmbio CVT (continuamente variável) simula seis marchas e tem função para trocas manuais. O motor 1.5 de 127 cv e 15,7 mkgf ficou reservado para o modelo manual. O T40 CVT usa um todo novo 1.6 DVVT (dual variable valve timing, ou dupla variação de fase nos comandos de válvulas) de 138 cv a 6.000 rpm e 17,1 mkgf a 4.000 rpm. Não fique indiferente a esses números, são os melhores entre os 1.6 aspirados vendidos no Brasil. Contribui para isso o comando de válvulas com variador de fase.

Além das boas novidades mecânicas, o JAC T40 CVT ganhou mais equipamentos, como ar-condicionado automático, bancos revestidos de couro, sensor de estacionamento na frente e atras, computador de bordo, sistema Start/Stop e novos instrumentos. Mantém cruise control, faróis auxiliares, iluminação diurna com LEDs, espelho retrovisor anti-ofuscamento, controles de estabilidade e tração, assistente de partida em rampas, monitoramento de pressão dos pneus, câmera de ré, Isofix paa cadeirinhas infantis e até câmera frontal.

Ao anunciar a chegada do novo JAC T40 CVT, a JAC Motors tenta emplacar uma nova boa fase no mercado nacional, logo após ter comemorado sete anos de presença no País. “Faz pouco mais de sete anos que lançamos a JAC no Brasil (março de 2011). Durante esse período, a marca viveu a recessão do mercado automotivo e sofreu com as sanções impostas aos carros importados. Os tempos, hoje, são outros. Mas a chegada do T40 CVT deve impulsionar as vendas da marca a ponto de dobrarmos nosso volume obtido do ano passado: vamos chegar a 8 mil carros vendidos em 2018”, anuncia Habib.

Por dentro, dois destaques nessa nova versão: bancos revestidos de couro sintético, como equipamento de série, e o novo quadro de instrumentos. Com grafismo inédito, ele permite melhor leitura que a versão anterior, onde velocímetro e conta-giros possuem melhor visualização, tendo nas extremidades marcador do nível de tanque de combustível e termômetro de água do motor. Ao centro, o T40 CVT exibe um novo computador de bordo, com várias funções de checagem de funcionamento do carro e dados de cruzeiro, como consumo instantâneo e médio, autonomia etc.

GALERIA DE FOTOS:

Com desenho realmente atraente e moderno, que incorpora detalhes visuais do novo family feeling da JAC Motors (logotipo redesenhado e grade do radiador em forma trapezoidal), o T40 CVT aparenta ter maior porte e, como já acontece com o T40 manual, traz a exclusiva JAC Connect Front Camera. Em conjunto com o aplicativo JAC View, o sistema é capaz de registrar vídeos com áudio de todos os percursos feitos pelo T40.

O T40 fez sua estreia no mercado nacional em agosto de 2017, o JAC T40 abriu uma importante opção ao consumidor verdadeiramente interessado na compra de um utilitário esportivo. O JAC T40 possui aptidões bem específicas para essa configuração, como a altura livre do solo de 18 cm. Não tem 4×4, mas suas suspensões aliam a robustez de uso em off-road leve à performance no asfalto, com sistema McPherson na dianteira e eixo de torção na traseira.

O motor do T40 CVT tem 1,6 litros de capacidade cúbica, com quatro válvulas por cilindro e variador de fase no comando de admissão e -novidade- também no de escapamento. Esse artifício, batizado de DVVT, garante torque nos baixos regimes e potência nas altas rotações, pois altera o tempo de abertura e fechamento das válvulas de acordo com a necessidade instantânea do motor.

E ele anda? Anda. A velocidade máxima é 190 km/h de velocidade máxima. E para? Para bem. Usa discos ventilados nas rodas da frente e discos sólidos na traseira. Um detalhe “esportivo” são as pinças pintadas de vermelhos nas quatro rodas.

 

As medidas são 4,13 metros de comprimento, 1,75 m de largura, 1,56 m de altura e 2,49 m de entre-eixos. O porta-malas tem capacidade para 450 litros.

A expectativa da JAC é de vender 600 unidades do T40 por mês, sendo 450 CVT e 150. Incluindo todos os seus produtos, a marca chinesa pretende entregar pelo menos 700 veículos por mês no mercado brasileiro. E a versão flex? Está prometida para breve, mas ainda sem data definida. Uma versão de entrada, menos equipada, também está programada para completar a linha.

Se você está pensando em um SUV pequeno, bem equipado, bonito e com preço sedutor, convém dar uma boa olhada no JAC T40 CVT. Hoje, sem dúvida, é o melhor chinesinho do nosso mercado.


Compartilhe!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *