Auto&Técnica | Desde 1995, 23 anos de boas notícias.

Mini Coupe e Roadster vão sair de linha

Compartilhe!

Segundo a imprensa européia, a BMW não vai substituir os Mini Coupe e Roadster, que assim saem de linha no final deste ano.

imagesJ27XY4UG

A unidade de produção da Mini em Oxford, Inglaterra, vai encerrar a fabricação dos Mini Coupe e Mini Roadster no final de 2015, sendo apontado como motivo a necessidade de liberar capacidade de fabricação para os novos modelos que serão lançados

Ian Robertson, responsável pelo marketing da BMW, não quis confirmar se os dois modelos iriam ou não ser ter substitutos. Ambos são de vendas baixas e, numa linha que pretende ser menor e mais focalizada em modelos que vendam bem, não fazem muito sentido. Por isso, depois da confirmação que ambos iriam deixar de ser produzidos no final deste ano, o destino deles está selado.

Isso não quer dizer que a Mini não vá procurar novos modelos que possam aumentar as vendas da marca,  e em declarações a jornalistas, Ian Robertson explicou que “existem uns nichos que exploramos com a plataforma anterior, mas com a nova plataforma podemos ir mais além, como o fizemos com o Mini cinco portas, por exemplo, que nos abre um leque muito maior de clientes que o cupê. Por isso, faz todo o sentido substituirmos alguns modelos por outros com maior potencial. No final, poderemos ter uma linha com menos veículos, mas todos eles terão maior potencial de volume de vendas que no passado”.

Assim, fica claro qual vai ser o destino do Coupé e do Roadster, o mesmo se acontecendo com o Paceman, outro modelo de vendas baixas da marca britânica.

Por enquanto, sabe-se que a Mini está a preparando um novo modelo, para juntar ao Mini de duas portas, cinco portas, à wagon que está chegando e ao Countryman que, sendo dos mais bem sucedidos dos Mini, continuará sendo produzido.


Compartilhe!
English English Français Français Deutsch Deutsch Italiano Italiano Português Português Español Español