Auto&Técnica | Desde 1995, 23 anos de boas notícias.

SAVE THE WAGONS: a Volvo 850 T-5R completa 25 anos

Compartilhe!

As wagons tem muitos admiradores, mas as montadoras praticamente decretaram o fim desse tipo de veículo, em detrimento primeiro das minivans (também quase desaparecidas) e agora dos SUVs. Mas existem wagons que não podem ser esquecidas, como a Volvo 850 T-5R, que comemora 25 anos de lançamento, um dos modelos mais interessantes da história da marca sueca. Mesmo indo contra tudo o que o marketing da marca trabalha em termos de sobriedade e segurança.

Volvo 850 T-5R

Confortáveis, espaçosas, seguras e “quadradas”, as waons da Volvo dos anos 1990 estão longe da ideia que temos de um modelo esportivo. No entanto, como em tudo na vida há exceções, a Volvo 850 T-5R é a prova disso mesmo.

Desenvolvida com uma ajudinha da Porsche, a 850 T-5R parecia (e ainda hoje parece) ir contra todos os valores defendidos pela marca. Ao invés de focalizar nas tarefas familiares, esta “perua de corridas” estava mais preocupada em aterrorizar esportivos na faixa da esquerda das estradas européias.

E quando lhe chamamos “perua de corridas”, não é nenhum exagero. Afinal, a Volvo 850 T-5R tem mesmo vocação de competição.

Volvo 850 T-5R

Mantendo-se fiel aos modelos que mais atenção chamavam nos seus estandes pelos Salões mundo afora, em 1994 a Volvo juntou-se à Tom Walkinshaw Racing (TWR) e juntas criaram a 850 Estate Super Touring Car para competir no “British Touring Car Championship” (BTCC).

O resultado na pista acabou não sendo nada especial (a equipe ficou em 8ª lugar entre os construtores), mas o retorno em termos de divulgação foi ótimo, afinal, era no mínimo curioso ver uma wagon nas pistas. Em 1995 ela até foi substituída pelo 850 sedã, mas a verdade é que a imagem daquela “caixa de sapato voadora” em ação ficou gravada no imaginário de muita gente, inclusive dos engenheiros suecos.

Assim, em 1995 a Volvo tomou mais uma decisão arrojada: criar uma versão esportiva e limitada da Volvo 850. Estava assim dado o pontapé inicial para o nascimento da Volvo 850 T-5R.

volvo 850 t5r - Google zoeken | Volvo 850, Volvo
Com 850, Volvo deu passo à frente em esportividade | Best Cars
Volvo 850 BTCC
Mesmo antes da internet, as imagens da 850 Super Estate em ação no BTCC rodaram o mundo

Originalmente batizada de 850 Plus 5, a Volvo 850 T-5R teve como ponto de partida a 850 T5 já existente, e contou com os co nhecimentos da Porsche durante o seu desenvolvimento.

A Porsche concentrou a sua atenção, em especial, na transmissão e motor. Este último, o valente B5234T5, que distinguia-se dos demais pelos cinco cilindros em linha e tinha 2.300 cm3 de capacidade cúbica. Após a intervenção da Porsche, que aplicou uma nova ECU da Bosch, passou a ter 240 cv de potência máxima e 33 mkgf de torque, ao invés dos 225 cv e 30 mkgf do T5 “normal”.

Como curiosidade, também o interior contava com detalhes alusivos a esta parceria. Os bancos da 850 T5-R apresentavam acabamento que imitava os dos Porsche 911 da época: laterais revestidos em amaretta de tom cinzento grafite (couro macio, semelhante à camurça) e couro revestindo o centro dos assentos.

Volvo 850 T-5R
A adoção de uma nova ECU por parte da Porsche permitiu aumentar a pressão do turbo em 0,1 bar. Resultado: mais 15 cv de potência em relação ao T-5.

Disponível em apenas três cores (preto, amarelo e verde), era no vistoso amarelo com que se apresenta nas fotos que ilustram esta matéria que a Volvo 850 T-5R mais justiça fazia às suas ambições esportivas.

Volvo 850 Turbo Wagon - A primeira perua esportiva
Volvo 850 Turbo Wagon - A primeira perua esportiva

Ainda no quesito estética, a 850 T-5R fazia questão de se distinguir das suas “irmãs” por meio do para-choques dianteiro mais baixo (com faróis de neblina), rodas de cinco raios e 17 polegadas calçadas com pneus Pirelli P-Zero, saias laterais e do aerofólio traseiro.

Volvo 850 T-5R

Desnecessário dizer que a apresentação da Volvo 850 T-5R impressionou e muito a imprensa especializada da época. Afinal, era uma muito familiar wagon Volvo com desempenho de arrepiar. E amarela! Enquanto uns afirmavam que “a Volvo já não era mais a mesma coisa”, outros deram a ela o apelido de “tijolo amarelo voador”, clara alusão à sua cor e ao desempenho realmente impressionante.

Já o comportamento oferecia ao motorista suspensões mais firmes e de maior aderência; era famosa sua tendência para acabar com os pneus dianteiros. A direção também não impressionava e a agilidade não era o seu forte.

Volvo 850 T-5R
Luxo por todo o lado e nada de telas digitais. Era assim o interior dos modelos mais sofisticados dos anos 1990.

Afinal, trata-se de uma wagon com tração dianteira e 240 cv —na época um número elevado para carros de tração dianteira—, 4,7 metros de comprimento, 1468 kg e tudo isto numa era em que os recursos eletrônicos se limitavam a pouco mais que o ABS.

volvo 850 t5r - Google zoeken | Volvo 850, Volvo

A área onde a Volvo 850 T-5R realmente impressionava era no desempenho puro. Equipada com caixa de câmbio manual de cinco velocidades ou automática de quatro, a 850 T-5R acelerava de zero a 100 km/h em 6,9s e alcançava os 250 km/h de velocidade máxima (limitada).

Volvo 850 T-5R

Produzida em série limitada, originalmente a Volvo 850 T-5R não previa ter sucessora. Foram produzifdas 6964 T-5R, e seus paiores mercados foram Alemanha (1.433), Italia (914), Estados Unidos (876), Japão (749), Holanda (489), Reino Unido (440), Suécia (321), Espanha (185) e Canadaá (103); bem poucas unidades chegaram ao Brasil. No entanto, tal foi o sucesso que teve, que levou os engenheiros da Volvo a mudar de ideias e o resultado foi o lançamento da Volvo 850R na primavera de 1996.

Apesar de o motor ser o mesmo, este não só mudou de nome, passou a ser conhecido como B5234T4, como recebeu um turbo de maiores dimensões. Tudo isto permitiu uma aumento da potência para os 250 cv e do torque para os 35 mkg.

Também equipada com câmbio manual de cinco velocidades ou automática de quatro, a Volvo 850R acelerava de zero a 100 km/h em 6,7s ou 7,6s nas versões com caixa automática. Para melhor lidar com a força do cinco cilindros em linha turbo, foi desenvolvida, especificamente para o 850R, uma caixa (ainda manual e ainda com cinco velocidades) mais robusta e associada a um diferencial autoblocante de acoplamento viscoso. Porém, só esteve disponível durante um período de tempo limitado em 1996.


Compartilhe!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *