Auto&Técnica | Desde 1995, 23 anos de boas notícias.

SCHUMACHER NO LIMITE, UM MÊS DEPOIS

Compartilhe!

images

Michael Schumacher completou um mês em estado de coma induzido, e os médicos vão começar a regredir esta situação. A informação é do jornal francês “L’Equipe” e pode significar o primeiro passo positivo na recuperação do ex-piloto de Fórmula 1.

Ao final de quatro semanas, período de tempo considerado limite para o estado de coma induzido, os médicos da área de neurocirurgia do hospital de Grenoble já iniciaram o processo de tentar acordar o alemão. Segundo explicou Jean-Luc Truelle, especialista em neurocirurgia, nesta fase o paciente deixa, progressivamente, de estar sedado e o seu despertar se manifesta por meio da abertura dos olhos.

“Será restabelecida alguma capacidade de comunicação, maior ou menor, que se verifica pela execução de ordens simples, como abrir os olhos, fechar os olhos, abrir a boca ou apertar a mão…”, explica Truelle.

De acordo o médico, caso Schumacher manifeste boas reações ao processo agora iniciado, isso será um sinal encorajador em relação à sua recuperação. Porém, alerta que os próximos dois meses serão um “período de grande confusão mental” e que ele viverá num “estado de letargia”.

De resto, sobre a possibilidade de recuperação do ex-piloto, Jean-Luc Truelle diz ser impossível fazer um prognóstico.


Compartilhe!
English English Français Français Deutsch Deutsch Italiano Italiano Português Português Español Español