Auto&Técnica | Desde 1995, 23 anos de boas notícias.

Uma foto de batizado. E muitas tragédias…

Compartilhe!

No dia 17 de julho de 1961, aconteceu na Inglaterra o batizado de uma criança. Até aí nada demais, muitas crianças foram batizadas naquele dia, e nos seguintes. A diferença é que o pai da criança convidou para a cerimônia diversos colegas de profissão, na verdade alguns dos melhores pilotos de Fórmula 1 da época. Desta festa restou uma foto, que esconde muitas tragédias.

Uma foto e muitas tragédias: Bruce McLaren, Stirling Moss, Tony Brooks, Graham Hill, Jo Bonnier e Wolfgang von Trips. A criança é Damon Hill

Os convidados foram nomes como Joakim Bonnier (que foi o padrinho), Bruce McLaren, Stirling Moss, Tony Brooks, Wolfgang Von Trips e outros. Assim foi o batizado de Damon Hill, filho de Graham Hill. Anos mais tarde, toda a beleza da foto acima foi desaparecendo, vitimada pelo lado mais trágico do automobilismo.

Damon Hill nos dias atuais.

Com exceção de Stirling Moss, recém falecido, que viria a abandonar as corridas menos de um ano depois, na sequência de um acidente que quase foi fatal, em Goodwood (ao tentar ultrapassar Graham Hill), e de Tony Brooks que tinha se retirado pouco tempo antes, os demais pilotos daquela imagem acabaram falecendo prematuramente: Bruce McLaren, em 1970, ao volante de um carro que levava seu próprio nome, no circuito de Goodwood; Joakim Bonnier, durante a “24 Horas de Le Mans” de 1972 (vencida por Graham Hill); e, particularmente, Wolfgang von Trips, menos de dois meses depois desta foto, em Monza ao tentar ultrapassar Jim Clark.

Campeão mundial de Fórmula 1 de 1996.

O piloto alemão tinha inaugurado, semanas antes, uma pista de kart na cidade de Kerpen que, anos mais tarde, passou a ser muito frequentada por dois irmãos: Ralf e Michael, os Schumacher. Ralf foi companheiro de equipe e Michael rival de Damon… O próprio Graham Hill faleceu, vítima de um acidente aéreo a bordo do seu Piper Aztec, em 1975, quando regressava do circuito de Le Castellet. Neste acidente, morreu parte da equipe e o promissor piloto Tony Brise.

A quantidade de tragédias não impediram o menino da foto de se tornar piloto de Fórmula 1, ao lado de Nigel Mansell, Alain Prost, Ayrton Senna e outros pesos pesados da categoria, e de se tornar igualmente campeão mundial de Fórmula 1 em 1996, 28 anos depois do segundo título de seu pai (que foi vencedor dos campeonatos de 1962 e 1968).



Compartilhe!
English English Français Français Deutsch Deutsch Italiano Italiano Português Português Español Español