Classic Cars

“Barn find” das galáxias: 20 Ferrari abandonadas e enferrujadas

Compartilhe!

Uma coleção com diversas Ferrari antigas foi descoberta em 2018, quase 14 anos depois que o furacão Charley atingiu a Flórida em 2004; elas estavam guardadas e enferrujando em um armazém desde 1990. A coleção, batizada de “Lost &Found” estará à venda em agosto.

da Redação

 

20 Ferraris, calafrios e rimas, em armazenamento!

É isso mesmo que você leu. Em 2004, o furacão Charley, que atingiu a Flórida, e foi o mais forte a atingir os Estados Unidos desde 1992, causando mais de US$ 16 bilhões em prejuízos. No caminho, a tempestade devastadora também atingiu duramente um armazém, onde uma coleção de 20 Ferrari antigas estava abandonada sabe-se lá porque desde 1990.

A coleção esquecida foi descoberta após a passagem de Charley, com o desabamento do galpão… em cima dos carros!. Desde sua descoberta em 2004, ela está armazenado em um hangar seguro no estado de Indiana. A casa leiloeira RM Sotheby’s, por outro lado, permanece vaga sobre a história e a coleção. Nenhuma informação sobre o proprietário, motivo de ter sido abandonada ou herdeiros foi divulgada.

20 Leilão de Ferrari
As cicatrizes do desastre natural ainda são visíveis em várias das lendárias Ferrari a serem leiloadas pela RM Sotheby’s de 17 a 19 de agosto

Entre todas essas peças clássicas estão excelentes carros, como um carro de competição 512 BB (abaixo), que participou da “24 Horas de Le Mans” em 1978. O carro participou da corrida com a equipe Luigi Chinetti, já que a Ferrari havia se retirado do campeonato de endurance já em 1973.

Ferrari 512 BB Competição
Ferrari 512BB Competizione de 1978. Um dos três preparados de fábrica para a “24 Horas de Le Mans” de 1978.

Outra peça notável é uma Ferrari 275 GTB/6C Alloy de 1965 que participou do Targa Florio em 1966, evento que aconteceu nas estradas da Sicília. O carro é o primeiro exemplar com “nariz longo” e carroceria feitos de liga-leve e um motor de 12 cilindros com seis carburadores, daí seu nome.

Indiscutivelmente marcado pelo desastre, um Ferrari 250GT Coupé Speciale é um dos quatro exemplares de 250GT projetados pela Pininfarina em 1956. Originalmente pertencia ao rei Mohammed V de Marrocos e é uma peça que vale a pena restaurar.

Ferrari 250 GT Coupé Especial 1956
Ferrari 250GT Coupé Spéciale de 1956, um dos quatro carros construídos pela Pinifarina. Seu primeiro proprietário foi o rei Mohammed V do Marrocos.

Por outro lado, a Ferrari 500 Mondial Spider Serie I, uma das Ferrari mais rara já construída, é considerada uma sucata. O carro disponível para venda remonta a 1954 e participou da “Mille Miglia”, “Targa Florio” e “Imola Grand Prix”.

O motor e a caixa de câmbio acompanham separadamente o carro, que pode ultrapassar um milhão de dólares, apesar do seu estado miserável (abaixo).

Ferrari 500 Mondial Aranha 1954
A Ferrari 500 Mondial Spider da coleção é o segundo de 13 carros construídos.

Claro, outras peças da coleção atraem a atenção de colecionadores, o que é, sem dúvida, um dos mais impressionantes lotes da história. E atrairá compradores e impulsionará as licitações na Monterey Car Week, na Califórnia. Um evento que obviamente não terá apenas a coleção acima, mas também outros modelos colecionáveis, como um Porsche 911 Carrera 2.7, um Mercedes-Benz 190SL de 1956 em perfeito estado e uma Ferrari 275GTB/4, anteriormente propriedade de Steve McQueen…


Compartilhe!
1701709535