Auto&Técnica | Desde 1995, 23 anos de boas notícias.

CHEVROLET: BLAZER AGORA É TRAILBLAZER

Compartilhe!

Para os fãs de carros americanos, nem tudo está perdido. O único modelo nacional construído dentro das tradicionais características do que os americanos gostam acaba de chegar ao mercado: é a Chevrolet Trailblazer, SUV de sete lugares derivada da nova pickup S10, com versão única e duas opções de motores, estreando um inédito 3.6V6 de 239 cv.

Com isso, a Chevrolet continua o plano de renovação da sua linha de modelos em 2012, conforme havia prometido. A Trailblazer, que substitui a antiga Blazer, foi apresentada durante o recente Salão Internacional do Automóvel, em São Paulo, SP.

O modelo já nasce com boas credenciais, pois foi desenvolvida em conjunto com a S10, pickup média da marca, que chegou mantendo a trajetória de sucesso, batendo em 2012 seu recorde histórico mensal de vendas. Os engenheiros da GM do Brasil trabalharam junto com os engenheiros da GM da Tailândia, e usaram todo seu conhecimento e know-how para adicionar mais atributos de robustez, desempenho e conforto ao novo SUV da Chevrolet.

Além do Brasil, o Trailblazer passou por diversos testes de validação na Tailândia, para se enquadrar no padrão de desempenho e consumo global, e atender às condições de rodagem daqui, incluindo estradas, montanhas e terrenos de extrema condição off-road, com capacidades de carga diferentes, para garantir que ela se comporte como um verdadeiro utilitário esportivo. A Tailândia se tornou referência no segmento, pois as pickups são o veículo preferido naquele país, onde sofrem uso abusivo.

MOTOR V6

Para o mercado brasileiro a Trailblazer será equipada com duas diferentes opções de motor: um inédito e moderno motor 3.6V6 de 239 cv a gasolina e o já conhecido 2.8 Turbodiesel CTDI

Entre as tecnologias que o 2.8 Turbodiesel CTDI tem está o turbo de geometria continuamente variável, que difere dos atuais turbos de geometria fixa por ter pás que se movimentam continuamente, tornando a captação dos gases de escape mais eficiente em qualquer rotação e eliminando o “turbo lag”. É a garantia de maior torque em todas as rotações, respostas mais rápidas e melhor dirigibilidade.

Junto a estes dois motores, a Trailblazer terá disponível uma transmissão automática de seis marchas. Além da comodidade e conforto oferecidos por esse tipo de câmbio, a caixa conta com o sistema Active Select, que permite o controle total da transmissão, por meio de trocas manuais, com maior esportividade.

Além disso, o câmbio conta com o sistema Clutch to Clutch, que proporciona mudanças suaves e extremamente rápidas, e com o sistema EC3, que gerencia o travamento do conversor de torque, proporcionando menor consumo de combustível.

ESTILO

As linhas da nova Trailblazer são bem atuais, como as da S10. A traseira mais alta e volumosa dá ao utilitário desenho mais elegante, claro. O visual do novo Chevrolet, a exemplo do que aconteceu com a S10, foi definido pelo time de design da GM América do Sul, baseado em São Caetano do Sul, Brasil. Ou seja, a Trailblazer foi desenhada no Brasil.

A GM explicou que não se trata de um modelo derivado de uma pickup -a SUV começou a ser desenhada junto com a nova S10. Seus traços e sua traseira tiveram forte influência e importante participação no desenvolvimento da pickup.

Com a frente alta e típica grade dividida pela barra que ostenta o logo da Chevrolet, a Trailblazer não deixa dúvidas de que é um utilitário acima de tudo, capaz de superar diversos obstáculos, e em nada lembra a antiga Blazer. As linhas agressivas da dianteira acabam se tornando mais suaves na lateral, mas a ideia de robustez continua forte pelas aberturas altas dos paralamas. Há outros destaques externos, como os paralamas alargados, combinados com estribos e molduras na parte inferior das portas.

A personalidade do desenho da Trailblazer surge no formato das janelas laterais traseiras, e o friso cromado que acompanha os vidros comprovam isso. A aparência requintada também é refletida pelo trabalho cuidado de toda a superfície da carroceria, incluindo o capô e painéis das portas laterais.

POR DENTRO
Não é um veículo discreto, pelo contrário. Com comprimento total de 4,88 metros e largura de 1,90 m, o utilitário da Chevrolet tem interior naturalmente espaçoso. Dirigibilidade e estabilidade são auxiliados pela distância entre-eixos de 2,84 metros e pelas bitolas (dianteira e traseira) de 1,57 e 1,59 m, respectivamente. Poucas situações irão deter a Trailblazer, graça à distância mínima do solo de 267 milímetros.

Por dentro, Trailblazer oferece excelente espaço interno, contando com a terceira fileira de bancos retráteis. A capacidade do porta-malas traseiro vai de 205 litros a 1.830 litros, este último com todos os bancos rebatidos. Os projetistas também conseguiram elevar as segunda e terceira fileiras de assentos, sem sacrificar o espaço para a cabeça. Este esquema de bancos, lembrando os de um teatro, permite melhor visibilidade para os ocupantes que vão nas segunda e terceira fileiras. E os assentos da terceira fila oferecem conforto e espaço, mesmo para adultos, em viagens longas.

O interior do Trailblazer tem semelhanças com o da versão LTZ da nova S10. Os comandos ficam posicionados no console central, incluindo o regulador do ar-condicionado. As linhas e a qualidade do acabamento garantem aparência clara, ampla e luxuosa em toda a parte interna, incluindo os controles e superfícies –instrumentos com computador de bordo, console central integrado a e “assinatura” do design Chevrolet no painel tipo “dual cockpit”. O interior da Trailblazer tem a funcionalidade esperada de um verdadeiro SUV.

Um controle separado para o sistema de climatização do carro (ventilação, calor e ar condicionado) é montado no forro do teto na parte traseira, dando aos passageiros o controle do ar-condicionado na parte traseira, separado da frente, enquanto um sistema de entretenimento mantém o condutor e os passageiros entretidos em trajetos mais longos.

BEM EQUIPADA
Para o nosso mercado, a Trailblazer disponível em versão única, a top LTZ, duas opções de motores e tração 4×2 (gasolina) e 4×4 (turbodiesel).

Independentemente da configuração de motor e tração, a Trailblazer sai de fábrica bem recheada de itens de conforto, estilo e segurança. Tem freios ABS com EBD; controles de tração e estabilidade; ar-condicionado digital; computador de bordo, cruise-control com comandos no volante; rodas aros 18 com pneus 265/60; sistema premium de som (que inclui rádio “double DIN” com CD Player, MP3, Bluetooth, entrada mini-USB e entrada auxiliar) e três tomadas de 12V (uma para cada fileira de bancos), entre outros itens.

A nova Trailblazer será comercializada em sete diferentes cores no mercado brasileiro. Uma sólida, Branco Mahler, e as demais metálicas: Preto Carbon Flash, Prata Polaris, Bege Desert, Cinza Aztec, Cinza Artemis e Cinza Cyclone. A garantia, a exemplo da pickup S10, é de 3 anos sem limite de quilometragem.Os preços ainda não foram divulgados.

– Leia mais em SUPER CHEVY e AUTO&TÉCNICA.


Compartilhe!
English English Français Français Deutsch Deutsch Italiano Italiano Português Português Español Español