Auto&Técnica | Desde 1995, 23 anos de boas notícias.

Marca chinesa mostra SUV elétrico, autônomo, tecnológico e barato

Compartilhe!

Talvez o nome Byton não soe conhecido para você. Normal, se considerarmos que essa empresa, além de ser chinesa,  acabou de chegar ao cenário internacional do automóvel. E com uma sedutora proposta elétrica e autônoma Nível 3.

A  Consumer Electronics Show 2018, em Las Vegas, foi o local escolhido por este fabricante para mostrar a introduzir o Byton Concept, modelo que tem um foco claro: o Tesla Model X.

Em breve saberemos se o modelo entrará em produção um dia, mas certamente não parece ser uma má ideia e tem um forte apoio econômico. A Byton pertence à empresa automobilística chinesa  Future Mobility, e o seu chefão é Carsten Breitfeld , ex-diretor da linha i da BMW.

 

Esteticamente, pouco ou nada tem a ver com os projetos com os quais o mercado chinês nos acostumou -sem ter mudado muito nos últimos anos-, com forte carga tecnológica visível, que por exemplo substitui os espelhos retrovisores por câmeras , bem como desenho agradável e robusto. A tecnologia está igualmente presente no interior, com uma enorme tela horizontal de 49 polegadas que cobre todo o painel e, de acordo com a empresa, estará no modelo de produção, algo que não deve acontecer com a tela junto ao volante.

Não há muito o que inventar em termos de estilo nos SUV, mas o desenho realmente impressiona. A marca possui  um centro de design em Munique e um de desenvolvimento de software e tecnologia autônoma em Santa Clara, Califórnia.

De acordo com a empresa, quando o modelo entrar em produção, oferecerá alguns detalhes muito atraentes, com autonomia mínima de 400 km e a possibilidade de carregar para 241 km em apenas 20 minutos.
 
Além disso, carregar 80% da bateria custará meia hora. Por outro lado, promete funcionalidade autônoma de Nível 3 , chegando mesmo ao Nível 4 um pouco mais tarde, bem como uma versão personalizada do Amazon Alexa e capacidade de controlar a freqüência cardíaca e a pressão arterial dos ocupantes. Ou então fazer reconhecimento facial do proprietário para destravar portas e dar a partida, por exemplo.
 

 

A Byton anuncia que o modelo estará pronto para produção em 2019 e chegará ao mercado dos Estados Unidos por cerca de US$ 45 mil. Se é realmente assim, seria um rival duro para o Tesla Model X, que custa mais do que o dobro na sua versão básica. 

Mas até que se torne realidade, não dá para acreditar muito. Vamos esperar. Pena que p ara os brasileiros, o tema “carros elétricos” continua parecendo ficção científica.


Compartilhe!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *