Auto&Técnica | Desde 1995, 23 anos de boas notícias.

Para enfrentar o Mercedes AMG GT, Porsche renova o 911

Compartilhe!

A Porsche mostrou o renovado 911. O esportivo será apresentado oficialmente no Salão de Frankfurt e é a resposta da marca ao Mercedes AMG GT. Chega às ruas europeias em dezembro.

a1

As grandes novidades do 911 giram em torno do novo motor turbo, a oferta de série do sistema de controle da suspensão (PASM) e a nova geração do sistema de multimídia com tela touchscreen de 7 polegadas, que suporta os sistemas Android Auto e Apple CarPlay e incorpora sistema de navegação, tudo de série.

O exterior também recebeu alterações, com novos faróis e lanternas, tomadas de ar ativas quelevam o fluxo de ar para arrefecer o motor, ao mesmo tempo que a asa traseira tem nova entrada de ar para diminuir a temperatura de funcionamento dos turbocompressores e dos intercoolers.

Assim, o renovado 911 passa a ter na base da linha um novo seis cilindros boxer com duplo turbo que, na versão Carrera, tem 370 cv, enquanto o Carrera S chega aos 420 cv. O torque máximo é de, respectivamente, 45 e 50 mkgf. Contas feitas, há aumento de potência de 20 cv e de torque de 6 mkgf, sendo que agora este valor está disponível entre as 1700 e as 5000 rpm, com rotação máxima de 7500 rpm.

As opções de transmissão são as mesmas, ou seja, caixa de câmbio manual de sete velocidade ou a PDK de dupla embreagem também com sete marchas. Com esta adição de potência e torque, o 911 vai de zero a 100 km/h em 4,2 segundos, e o Carrera S reduz para 4 segundos esse tempo. A velocidade máxima subiu no Carrera para os 295 km/h, e no Carrera S para os 308 km/h.

Com isso, o 911 faz frente ao Mercedes AMG GT, que faz o 0-100 km/h em 4,0 segundos com velocidade máxima de 302 km/h (3,8s e 308 km/h na versão GT).

Como AUTO&TÉCNICA já havia noticiado, o 911 passa a ter um comando junto ao volante –como o Manetino da Ferrari e derivado do usado no 918 Spyder– que permite escolher vários modos de direçao (Normal, Sport, Sport Plus e Individual) e está incluído no “pacote” Sport Chrono. Quando equipado com a caixa PDK, existe um botão adicional “Sport Response” que, quando é acionado, oferece aceleração máxima durante 20 segundos, controlando de forma ideal a caixa de câmbio.

Mais baixo 10 mm devido à utilização de série do sistema PASM, o 911 Carrera já rodou, segundo a Porsche, em Nurbrugring, em 7m34s, mais de seis segundos abaixo do tempo do modelo anterior, o que realmente impressiona. Mas mesmo mais rápido, a marca trabalhou duro no gerenciamento do novo motor, e graças ao turbo, conseguiu ganhos no consumo de até 12% em relação ao anterior motor aspirado. A Porsche homologou consumos médios de 13,5 km/litro de gasolina (com caixa PDK) e 12.9 km//litro no 911 Carrera S também com caixa PDK.

O 911 passa a oferecer, como opcional, o sistema de quatro rodas direcionais, semelhante ao usado no 911 Turbo e no 911 GT3. O diâmetro de giro diminui 40 cm e a agilidade foi aumentada. Para evitar que o 911 fique “preso” nas lombadas e valetas, existe a estreia do opcional que permite levantar as suspensões em 4 cm em apenas cinco segundos. Em matéria de segurança, o sistema de frenagem pós colisão passa a ser de equipamento de série.


Compartilhe!
English English Français Français Deutsch Deutsch Italiano Italiano Português Português Español Español